Volte ao SPIN

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Como eu gostaria de ser velado

Ah, não sei como passou batido aqui no blog essas belas imagens do velório de Virgínia Lane, me deu até uma vontade de ser velado assim também, não que eu seja vedete[trabalho é na Justiça ou curadoria] depois do velório é só tocar fogo, cremar se houver grana para pagar o crematório como a dizer que na vida é tudo tão efêmero, de forma que, o que importa mesmo, é a felicidade agora e, pq não, um gestual no último instante da despedida